Mococa, 15 de Dezembro de 2017



Semana da execução trabalhista cria “executômetro”

executometro Semana da execução trabalhista cria executômetro
A Justiça do Trabalho criou uma ferramenta que informará, em tempo real, os valores executados judicialmente ao longo da 2ª Semana Nacional da Execução Trabalhista. Trata-se do “executômetro”, dispositivo acessível nos sites do TST, do CSJ e dos TRTs que acompanhará acordos, leilões ou bloqueios de contas por meio do BacenJud.

A 2ª Semana Nacional da Execução Trabalhista, que começou nesta segunda-feira (11/6) e vai até sexta (15/6), é uma força-tarefa do Conselho Superior da Justiça do Trabalho, do Tribunal Superior do Trabalho, dos 24 tribunais regionais do Trabalho e de todas as Varas do Trabalho do país para concentrar suas ações nos processos em fase de execução — aquela em que o devedor paga ao trabalhador aquilo que lhe é devido por força de decisão judicial.

Durante a semana, a prioridade será a análise de processos, localização de devedores, penhora e bloqueio de bens e audiências de conciliação. Na sexta-feira, o Leilão Nacional ocorrerá simultaneamente nos TRTs, de forma eletrônica ou presencial.

Na sexta-feira (15/6), milhares de itens serão levados a leilão para o pagamento de dívidas trabalhistas. A relação inclui desde roupas e sapatos até a sede social e o estádio do Clube Náutico, de Recife, passando por um navio de 72m de comprimento avaliado em R$ 2 milhões, que faz parte de um lote já aberto para lances eletrônicos.

Para saber o valor total arrecadado até agora, clique aqui!

Fonte: revista Consultor Jurídico

Comentários não permitidos.

Deixe um comentário