Mococa, 15 de Agosto de 2022



Pauta da Classe Trabalhadora

Clique aqui ou na imagem abaixo para ampliar em pdf

pauta conclat2022 oficial 1 page 0001 410x540 Pauta da Classe Trabalhadora

Um verdadeiro esclarecimento sobre a Montec

 Um verdadeiro esclarecimento sobre a Montec

A Montec publicou no jornal O Destaque, na edição de 21 de maio de 2022, uma nota de esclarecimento que, em vez de esclarecer, acusa o nosso Sindicato de “fazer com que os trabalhadores se voltem contra a empresa” e de tentar “colocar empregado e empregador em conflito”.

Nada disso! Estamos apenas exercendo nossa missão de organizar, conscientizar e defender os direitos da classe trabalhadora, exigindo mais e melhores benefícios, condições mais dignas de trabalho e respeito ao nosso Sindicato.

Somos, enfim, uma entidade que, desde 1965, luta pelo desenvolvimento econômico, produtivo e social de Mococa e Região, de forma atuante, transparente e democrática, com reconhecimento dos mais variados segmentos da sociedade, inclusive em nível nacional.

Consideramos também inoportuna a expressão usada no final da nota, insinuando que a Montec pensa “se realmente vale a pena” continuar “investindo em nossa cidade”. Isto é assédio moral, uma chantagem que reforça o desinteresse da empresa com as reais condições de trabalho dos trabalhadores e trabalhadoras.

Defendemos sim o crescimento industrial de todas as empresas, mas isto só é possível com diálogo, negociações coletivas de alto nível e empregos de qualidade para todos, com direitos respeitados e sempre em evolução.

Francisco Sales Gabriel Fernandes, o Chico
Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Mococa e Região e vice-presidente da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo

 Um verdadeiro esclarecimento sobre a Montec

Sindicato dos Metalúrgicos de Mococa atuará na organização e defesa dos interesses dos metalúrgicos de Arceburgo

 Sindicato dos Metalúrgicos de Mococa atuará na organização e defesa dos interesses dos metalúrgicos de Arceburgo

O presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Mococa e Região, Francisco Sales Gabriel Fernandes, o Chico do Sindicato, também vice-presidente da Federação dos Metalúrgicos do Estado de SP, conquistou o direito de ser delegado sindical e, juntamente com os demais diretores e assessores do Sindicato, atuar na organização dos trabalhadores metalúrgicos de Arceburgo, nosso querido município vizinho de Minas Gerais.

Esta conquista foi possível graças a um acordo com a Federação dos Metalúrgicos de Minas Gerais, presidida pelo companheiro Ernane Geraldo Dias, com apoio da Força Sindical e da Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos (CNTM), entidades presididas pelo companheiro Miguel Torres.

O parque industrial de Arceburgo vai crescer, inclusive com a instalação de metalúrgicas como a Mocdrol, que deixará de produzir em Mococa no final do ano, entre outras fábricas. Portanto, nada mais justo do que os trabalhadores metalúrgicos, tanto os que já trabalham em Arceburgo quanto os que vão se locomover para lá, terem sempre um Sindicato forte e atuante em defesa de seus interesses, empregos, salários, benefícios, direitos e conquistas como, por exemplo, a Participação nos Lucros ou Resultados (PLR).

“Estamos muito orgulhosos e repletos de energia para colaborar, por intermédio do nosso Sindicato, com a organização coletiva dos trabalhadores e trabalhadoras de Arceburgo e, consequentemente, com o desenvolvimento produtivo, econômico e social da cidade e de toda a região. A luta faz a lei!”, diz Chico do Sindicato.

1º de Maio, por Chico do Sindicato

 1º de Maio, por Chico do Sindicato

1º de Maio: uma História em plena evolução!

No mundo inteiro e no Brasil tivemos celebrações do Dia do Trabalhador, revivendo as lutas históricas contra a exploração e a violência em cima da classe trabalhadora (muitos foram perseguidos, presos e mortos), pela jornada de trabalho de 8 horas e participação da classe trabalhadora no desenvolvimento econômico, social, trabalhista e político das nações.

No Brasil, nos últimos anos, inclusive durante a pandemia, temos realizado atos unificados, presenciais e virtuais, mostrando a relevância do nosso movimento sindical para a sociedade brasileira e divulgando, como neste 1º de Maio de 2022, a pauta da classe trabalhadora, aprovada na Conclat 2022, por Emprego, Direitos, Democracia e Vida.

As manifestações deste ano, a exemplo da realizada no Pacaembu, em São Paulo, aclamaram a união dos trabalhadores e trabalhadoras, o espírito de resistência com ações concretas contra a carestia, a fome, a pobreza e a exclusão social e a defesa intransigente da democracia e das eleições de outubro contra as provocações continuadamente feitas pelo presidente da República e seus aliados.

Sabemos que os trabalhadores e trabalhadoras continuam sendo muito explorados. Neste sentido, seguindo a nossa missão sindical de defender os seus interesses, continuaremos denunciando os abusos e as injustiças, lutando contra o desemprego, a exploração e os ataques aos direitos trabalhistas, sociais, sindicais e previdenciários e exigindo dos governos e lideranças políticas projetos que garantam a retomada do crescimento econômico, com valorização dos trabalhadores e trabalhadoras.

Viva a classe trabalhadora! Viva o 1º de Maio!

Francisco Sales Gabriel Fernandes, o Chico
Presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Mococa e Região e vice-presidente da Federação dos Metalúrgicos do Estado de São Paulo

Página 4 de 106« Primeira...23456102030...Última »