Mococa, 28 de Fevereiro de 2021



Assistência jurídica do Sindicato atua em defesa dos direitos trabalhistas e previdenciários da categoria metalúrgica

 Assistência jurídica do Sindicato atua em defesa dos direitos trabalhistas e previdenciários da categoria metalúrgica

Nos últimos meses, aumentou o número de processos nos âmbitos trabalhista e previdenciário no departamento jurídico do Sindicato dos Metalúrgicos de Mococa e região, principalmente em razão das demissões que, infelizmente, atingem a classe trabalhadora de um modo geral e a categoria metalúrgica.

Segundo Francisco Sales Gabriel Fernandes, o Chico, presidente do Sindicato, faz parte da ação sindical agir com responsabilidade e colocar à disposição dos trabalhadores e das trabalhadoras profissionais atuantes e competentes na área jurídica. “Temos, felizmente, sido vitoriosos em muitos processos”.

O departamento jurídico do Sindicato conta com os seguintes advogados: Ricieri Donizetti Luzia e Alexandre Madureira Fernandes, atendendo questões da área trabalhista, e Lilian C. Bonata, da área previdenciária.

“É um apoio imprescindível para a categoria, principalmente para evitarmos a exploração e as injustiças, tirarmos dúvidas sobre os direitos previdenciários e trabalhistas, os deveres, a legislação e as conquistas do Sindicato ao longo dos anos”, diz Chico.

O Sindicato dos Metalúrgicos de Mococa e região tem sede própria localizada na Rua XV de Novembro, 62, centro, Mococa/SP, Telefone: (19) 3656-0418.

Trabalhadores da Cairu de Mococa aprovam acordo coletivo

IMG 20200603 WA0004 540x304 Trabalhadores da Cairu de Mococa aprovam acordo coletivo

IMG 20200603 WA0005 540x304 Trabalhadores da Cairu de Mococa aprovam acordo coletivo

IMG 20200603 WA0006 540x304 Trabalhadores da Cairu de Mococa aprovam acordo coletivo

O Sindicato dos Metalúrgicos de Mococa e região, presidido por Francisco Sales Gabriel Fernandes, o Chico do Sindicato, realizou assembleia nesta quarta, 3 de junho, na Cairu, fábrica de bicicletas e peças localizada em Mococa, com 100 empregados.

Na ocasião, por voto secreto, 95% dos trabalhadores aprovaram o acordo coletivo com propostas superiores às da medida provisória 936. Parte do salário será pago pelo seguro-desemprego, garantindo o salário nominal sem desconto para os trabalhadores e a estabilidade no emprego até 31 de janeiro de 2021.

“Ninguém sai perdendo nestas negociações coletivas de alto nível. Em momentos de crise, como a que estamos vivenciando atualmente no País, agravada pela pandemia, é preciso intensificar o diálogo social e buscar saídas benéficas para a categoria e para a produção”, diz Chico do Sindicato.

Governo ameaça trabalhadores com mais demissões

ChicodoSindicato Governo ameaça trabalhadores com mais demissões

Pela medida provisória 944, que criou o Programa Emergencial de Suporte a Empregos, o empregador beneficiado fica impedido de demitir funcionários sem justa causa, no período entre a contratação do empréstimo para pagamento de salários durante a pandemia do coronavírus e até 60 dias após o recebimento da última parcela da linha de crédito.

Infelizmente o governo quer mudar esta regra e liberar a demissão, mesmo sem justa causa, de até 50% dos funcionários nas empresas que aderirem ao programa.

“É mais uma ação deste desgoverno favorável aos maus patrões e totalmente desfavorável à classe trabalhadora e a uma justa retomada do desenvolvimento econômico”, diz Francisco Sales Gabriel Fernandes, o Chico, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Mococa e região.

Como se não bastassem as tragédias pessoais e sociais causadas pela pandemia do coronavírus e as medidas provisórias que colocam em risco os direitos dos trabalhadores, em acordos individuais sem a participação dos Sindicatos, somos obrigados a ouvir mais este tipo de anúncio do Banco Central. Inadmissível!

“Esperamos que o Congresso Nacional barre qualquer medida neste sentido. Vivemos um cenário ainda muito difícil, com casos de Covid-19 ainda ascendentes, desemprego, queda da renda e aumento da pobreza. Permitir mais demissões é muita falta de sensibilidade, de humanidade, de compaixão. Precisamos repudiar esta intenção do governo, que na verdade é um desgoverno, e continuar mobilizados contra o caos social”, diz Chico do Sindicato.

 Governo ameaça trabalhadores com mais demissões

Jornal O Destaque, de Mococa, publica matéria sobre o Sindicato

 Jornal O Destaque, de Mococa, publica matéria sobre o Sindicato

Página 10 de 90« Primeira...89101112203040...Última »