Mococa, 19 de Setembro de 2021



Lançamos a campanha salarial dos metalúrgicos com presença de Lula

 Lançamos a campanha salarial dos metalúrgicos com presença de Lula

Iniciamos neste mês de agosto a nossa Campanha Salarial 2021. É unificada e reúne os mais de 700 mil metalúrgicos em todo o Estado de São Paulo, representados por 54 sindicatos filiados à Federação dos Metalúrgicos/Força Sindical, incluindo o nosso Sindicato dos Metalúrgicos de Mococa e Região.

O lançamento da campanha foi por videoconferência, na terça, 10 de agosto, com debates sobre como alcançar um reajuste salarial digno para a categoria, manter as conquistas da Convenção Coletiva de Trabalho e ampliar os benefícios, e contou com a presença do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Lula parabenizou a união dos trabalhadores metalúrgicos, criticou o desgoverno Bolsonaro, apontando os erros do governo nas áreas econômica, política, social e de saúde, disse que é preciso fazer uma campanha com a “cabeça erguida”, pois os patrões costumar dizer que o custo brasil é culpa dos direitos dos trabalhadores, e sugeriu que a campanha dê destaque para a importância da vacinação e do uso de máscara contra a covid.

A campanha também reivindicará a obrigatoriedade da homologação nos sindicatos, a obrigatoriedade da negociação de PLR/PPR, um programa de prevenção à covid e o vale gás, já!, entre outras reivindicações.

Aqui em Mococa e Região realizaremos assembleias nas portarias das maiores empresas da base, juntamente com os trabalhadores metalúrgicos das fábricas menores: micro e pequenas empresas.

Estas assembleias irão avaliar a pauta de reivindicações e deliberar a diretoria do nosso Sindicato para a assinatura da Convenção Coletiva de Trabalho.

Se até junho, segundo o INPC/IBGE, a inflação estava em 6,48%, acreditamos que até o final de outubro as perdas salariais podem chegar a 8%. Negociaremos com os patrões para repor esta inflação medida pelo governo. Sempre lembrando que no cotidiano de todos nós, nos supermercados e feiras, a inflação do custo de vida é muito maior.

Para Francisco Sales Gabriel Fernandes, o Chico, presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Mococa e Região e vice-presidente da Federação dos Metalúrgicos do Estado de SP, é preciso estar preparado para as dificuldades que a classe patronal costuma criar para não reajustar os salários na data-base (pela Lei é a época em que negociamos o aumento de salário anual), que se dá em 1º de novembro.

“Vamos ficar conscientes e unidos para negociar um bom reajuste nesta data-base pois, segundo os dados da economia, este ano, apesar da pandemia da covid, foi um dos melhores na produção do setor Metal-Mecânico. Isto é fácil de verificar pelos companheiros e companheiras nas fábricas onde trabalham, pois a produção está “bombando”. É, então, hora de arrancarmos nosso aumento salarial e renovarmos nossas cláusulas econômicas, sociais, sindicais e jurídicas de nossa Convenção Coletiva de Trabalho. Vamos nessa!”.

Confira abaixo o jornal O Metalúrgico e o cartaz da Campanha Salarial 2021

 Lançamos a campanha salarial dos metalúrgicos com presença de Lula

 Lançamos a campanha salarial dos metalúrgicos com presença de Lula

 Lançamos a campanha salarial dos metalúrgicos com presença de Lula

 Lançamos a campanha salarial dos metalúrgicos com presença de Lula

Clique aqui e amplie em pdf o cartaz

 Lançamos a campanha salarial dos metalúrgicos com presença de Lula

 

 

Deixe um comentário